Seja Bem Vindo, 12 de Dezembro de 2017
Novo Horizonte do Norte: Georreferenciamento começa na próxima semana nos assentamentos
Publicado em: 16/11/2017 ás 08:01:00 Autor: Altair Barbosa Fonte: Assessoria de Imprensa

Com a presença do engenheiro Batmaisterson Schmidt, Técnico em Reforma e Desenvolvimento Agrário do Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária (INCRA-MT), foi realizada, quarta-feira, 15 de novembro, na Comunidade São José em Novo Horizonte do Norte, reunião para dar sequência ao processo de Regularização Fundiária dos Programas de Assentamentos do município.

Além dos assentados, participaram da reunião, o prefeito Silvano Pereira Neves (PSD), presidente do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais (STTR) Nelson Camargo Lopes, presidente da câmara de vereadores Gildo Uliana e vereadores Geraldo Pereira Gomes, Valdete José da Silva e Maria Aparecida Gorges.

Após as falas das autoridades, o técnico do Incra, explicou de forma detalhada todo processo para que área de terra seja titulada e ainda, esclareceu as dúvidas das pessoas.

No final da reunião, foi apresentada a empresa Geocampo Engenharia Georreferenciamento e Assessoria Ambiental, como vencedora da carta proposta, na qual apresentou o menor valor entre as sete empresas concorrentes que participaram do certame de escolha.

Todo o processo até a escolha da empresa vencedora foi acompanhado pela comissão, formada por representantes de classes constituídas que irá acompanhar os trabalhos de Georreferenciamento até sua finalização.

Conforme Raldinei Aparecido Rodrigues, proprietário da empresa Geocampo, os trabalhos de Georreferenciamento terá início na terça-feira, 21 de novembro. 

De acordo com ele, todos os proprietários das áreas deverão se deslocar até a sede do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais, apresentar documentação para firmar contrato. Posteriormente, será dado início dos trabalhos a campo.

Ao todo são 211 lotes a serem documentados, sendo: 107 na Gleba Julieta, 67 na Caracol e 37 na Gleba Bosmaji.

Para realização do GEO, cada lote custará R$ 895,00 (oitocentos e noventa e cinco reais). Já a titulação, terá uma variação de R$ 116,00 (cento e dezesseis reais) à R$ 830,00 (oitocentos e trinta reais) por hectares.

O prazo para execução do GEO é de 240 dias.

O prefeito Silvano, destacou como uma conquista de sua administração e para o município, principalmente para os assentados, que através de seu esforço, intermediou junto o Incra, para que os moradores possam ter seus lotes regularizados.

Presente na reunião, Gabriel Kara José, ex-proprietário da área, fez a doação através de sorteio, de 08 Georreferencimento.

O processo de titulação terá início após a conclusão do GEO.